domingo, 19 de julho de 2015

Poliana


Poliana é a versão portuguesa do nome inglês Pollyana que é a junção de dois nomes Polly e Ana. Polly é a variante medieval do nome Molly que é o diminutivo de Maria.

Poliana foi o nome dado a personagem principal do romance de Eleanor H Porter, o livro Pollyana, que foi publicado no ano de 1913, traduzido no Brasil como Poliana moça.


Poliana mesmo sendo um nome bastante familiar aos lusófonos, nunca foi muito comum, principalmente pelo livro que fez muito sucesso no mundo todo e não seria diferente no Brasil. Hoje em dia o nome tem outra representante muito famosa no Brasil, a apresentadora e jornalista Poliana Abritta.


Poliana  é um nome meigo, porém não é excessivamente doce, seria um meigo equilibrado. Para quem gosta de nomes longos, meigos, internacionais e nada comuns, Poliana é uma excelente escolha. Os diminutivos Poli, Ana, Liana, também são bem fofos e simpáticos e podem ajudar a ganhar mais notoriedade pelas pessoas que acham este item indispensável.

Uma bebê Poliana nascida nos dias de hoje não seria nenhuma surpresa e não receberia comentários como "é um nome muito pesado para um bebê" e, em outras fases da vida também não receberiam comentários como "é um nome infantil" sendo assim, este é um nome que acompanha bem todas as etapas da vida.

Poliana pode ser uma opção para o popular, nos dois países, Mariana, já que este último, como Poliana, também é uma junção de Maria e Ana e ambos têm a mesma terminação e partilham das mesmas qualidades de serem internacionais, meigos e longos.


Qual é a vossa opinião sobre Poliana?

17 comentários:

  1. Poliana não está na minha lista. Mas tá nos nomes que simpatizo. É doce, isso pode ser o meu entrave. Mas é um doce não enjoado, como outros que vemos ai. Adoro a inicial P. O fato de começar com "Po", que lembra o ursinho Pooh. Um dos melhores com a terminação -ana.

    ResponderEliminar
  2. quando ouço Poliana já sei que a moça em questão não é gaúcha nem sulista, e já associo automaticamente a alguém do norte ou nordeste do Brasil.

    ResponderEliminar
  3. Gosto bastante do nome Poliana, é daqueles nomes conhecidos mas pouco usados( eu, pelo menos, nunca conheci nenhuma Poliana, é um nome bem incomum no RJ). Concordo q pode ser uma boa opção à Mariana. Ah, só um adendo: o livro Pollyana, de Eleanor H. Porter, foi lançado no Brasil como Poliana, realmente em 1913. Já em 1915 foi lançado um outro livro, chamado Poliana Moça, que é uma continuação de Poliana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah muito obrigada, não sabia. Até sabia que Poliana, moça era uma continuação mas pensava que o primeiro livro também se chamava Poliana, moça. Concordo no que diz que é incomum no RJ, também não conheço Polianas por aqui, na verdade eu nunca conheci uma Poliana em nenhum lugar.

      Eliminar
  4. O nome é agradável mas não me cativa. Conheço uma Poliana muito simpática, o que me faz simpatizar com o nome. Acho perfeitamente viável :)

    ResponderEliminar
  5. Não gosto desse nome. Conheço algumas polianas. O poli sempre me dá a idéia de "muitos" por isso não vejo sentido numa moça que seja "muitas anas". Acho um nome feio e comum, não pelo nome em si, mas por fazer coro com muitos nomes terminados em ana e ane que foram comuns por volta do finl da década de 80 por aqui. enfim, só consigo ver coisas ruins no nome.

    ResponderEliminar
  6. Não gosto de Poliana. Não gosto de a sonoridade...

    ResponderEliminar
  7. Não rola. Não consigo gostar da sonoridade, nem da grafia ... nada me agrada neste nome

    ResponderEliminar
  8. Gosto muito, está na minha lista, mas não consigo me imaginar com uma filha chamada Poliana.

    ResponderEliminar
  9. Fico pensando por que as pessoas consideram Daiana uma estropiação de nome estrangeiro, e Poliana não é considerado assim, sendo que Pollyanna seria a grafia original e mesmo assim era uma junção de Polly e Anna.

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que não encontro muitas com o meu nome, fico contente que poucos tenham lido o livro e saibam o real significado do livro, pelo menos sei que a escolha dos poucos são escolhas selecionadas e não modinha , já perdi a conta de quantas Kelys, Jéssica, Patrícias,Priscilas entre outros. Para mim o nome deve ter significado e ser escolhido por isso é não por modinha. Infelizmente no Brasil parece que os nomes são escolhas de temporada ou pior a junção bizarra de nome de pai e Mãe! Amei a publicação, o assunto foi realmente estudado antes de exposto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha esposa chama-se Poliana Jorge!

      Eliminar
  11. Ainda bem que não encontro muitas com o meu nome, fico contente que poucos tenham lido o livro e saibam o real significado do livro, pelo menos sei que a escolha dos poucos são escolhas selecionadas e não modinha , já perdi a conta de quantas Kelys, Jéssica, Patrícias,Priscilas entre outros. Para mim o nome deve ter significado e ser escolhido por isso é não por modinha. Infelizmente no Brasil parece que os nomes são escolhas de temporada ou pior a junção bizarra de nome de pai e Mãe! Amei a publicação, o assunto foi realmente estudado antes de exposto!

    ResponderEliminar
  12. Gosto do meu nome, com toda certeza é bem melhor que muitos que vi por aqui!

    ResponderEliminar
  13. Li os 2 livros na minha adolescência (Poliana menina e Poliana Moça), guardo doces recordações, acho que toda adolescente deveria lê-lo. Acho que tem seus encantos principalmente por não ser um nome muito comum.

    ResponderEliminar